Nomes Populares

Mulateiro,
Pau-Mulato,
Mulateiro-de-Várzea,
Pau-Marfim,
Capirona

A árvore do mulateiro-da-várzea é um velha conhecida das populações tradicionais da região amazônica.

De sua casca é feito uma espécie de chá, usado no combate de manchas na pele, rugas e envelhecimento facial.

No entanto, as propriedades cosméticas dessa fonte natural da juventude ainda são pouco conhecidas do grande público consumidor.

Poder de rejuvenescimento da pele cientificamente comprovado em testes realizados pelo Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPT)

Estudo científico da UNESP: De acordo com pesquisa realizada pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), a Calycophyllum spruceanum, nome científico do mulateiro-da-várzea, contém fenóis, um tipo de molécula orgânica, com alta capacidade antioxidante, detendo a ação dos chamados radicais livres e impedindo o envelhecimento das células.

“Conta a lenda que as guerreiras amazonas se banhavam, em noites de lua cheia,de um preparo da casca dessa árvore para se manterem sempre jovens e belas. Dessa forma, o mulateiro ficou conhecida entre as populações ribeirinhas como a árvore da juventude.”

A boa notícia é que, a cada dia, as qualidades fitoterápicas atribuídas a ela, já descritas na sabedoria popular, estão ganhando reforço científico de importantes estudos da área.

Pesquisas científicas apontam que a planta contém fenóis com alta capacidade antioxidante que detém a ação dos chamados radicais livres e impede o envelhecimento das células.

Já o chá de Mulateiro da Várzea traz benefícios como vigor físico e bem-estar, pois renova a circulação sanguínea com melhor oxigenação, produzindo mais vibrações no campo emocional.

Além do auxílio na regeneração celular, atenuando os efeitos das rugas e marcas de expressão e retirando as substâncias poluentes que aderem à pele no dia-a-dia, a árvore é pesquisada por sua capacidade medicinal: uma substância isolada na planta, uma forma de ácido acetilênico, mostrou ser um antibiótico ao ser testado contra bactérias e fungos.

Assim, a árvore apresenta propriedades cicatrizantes, antimicótico, antibacteriana, antioxidante, antiparasítica, repelente e inseticida.

“Depois que voltei de Porto Velho em 2003, vivi uma situação curiosa que me fez acreditar ainda mais na força curativa e rejuvenescedora do mulateiro. Dona Eliza, uma senhora de mais de 60 anos, pediu-me um chá para melhorar o vigor físico, se dizendo cansada e sem ânimo. Dei-lhe a casca do mulateiro.

Até mesmo eu que sabia dos seus efeitos me surpreendi. Dona Eliza, que trabalha numa loja em Venda Nova, bairro de Belo Horizonte, relatou-me sua força física, a volta da força de vontade e a retomada de sua plena atividade sexual com seu marido.”

Herivelton Moreiro - Jornalista e Raizeiro
quer saber mais sobre os nossos produtos?Cadastre seu e-mail e faça parte da nossa lista!